Hora do processo seletivo: o que colocar no currículo?


Entenda a importância de um bom currículo durante um processo seletivo e veja dicas do que colocar em habilidades e competências



Apesar de muitas pessoas não saberem, o currículo tem papel fundamental durante o processo seletivo, independentemente da área de atuação. Porém, apesar de ser um documento de grande relevância, ainda é muito banalizado.


Quem está em busca de uma nova oportunidade profissional deve manter-se preparado. Mas o que isso significa?




Para além de outros aspectos, tais como estar atualizado em relação ao mercado de trabalho, também é necessário estar atento desde a criação do currículo. Ele deve ter informações de qualidade, listando as habilidades e competências do profissional.

Ou seja, mostrando todos os atributos conforme a vaga disponível.

Porém, há ainda outras dicas práticas para que o currículo chame atenção do recrutador. Assim, para compreender mais sobre o tema, no post de hoje vamos entender o que colocar no currículo, principalmente no item habilidades e competências.


A importância de um bom currículo para o processo seletivo



De acordo com o Guia de Carreira, a palavra currículo se refere a um conjunto de informações organizadas para uma finalidade específica, seja educacional ou profissional.


Quanto à origem da palavra, ela vem do latim “currere”, que tem como significado rota, caminho. Pode-se dizer que é uma proposta de organização de uma carreira que inclua aquilo que você estudou e aprendeu, as atividades realizadas e as habilidades desenvolvidas.


O próprio LinkedIn reforça que a função do currículo é registrar todas as experiências, qualificações e habilidades que você desenvolveu ao longo da sua vida e de forma coerente.

Assim, é necessário descrever as tarefas exercidas e as suas responsabilidades nas empresas anteriores em que trabalhou.



Como chamar atenção dos recrutadores e vencer os seus concorrentes



Quando a gente participa de algum processo seletivo, nem imagina a quantidade de candidatos que pretendem entrar na mesma vaga, não é mesmo?! Muitas vezes, o recrutador recebe centenas de currículos.

Para que o seu currículo não se perca no meio de dezenas de outros, é importante saber estruturá-lo de forma assertiva. Dessa forma, o avaliador poderá, em poucos segundos, localizar suas principais qualificações, habilidades, experiência e formação.


Podemos, então, dizer que ela será uma espécie de “propaganda”, de vitrine que mostrará quem é o candidato, sempre baseado em informações reais e verdadeiras.


O que colocar no currículo?


Agora que já vimos que o currículo pode ser peça estratégica dentro de um processo seletivo, vamos ver algumas dicas do que colocar nele e a melhor forma para chamar a atenção do recrutador?


Primeiro, o seu currículo deve ter:

  • Verdade: nunca coloque informações que não sejam verdadeiras no seu currículo. Não existem meias-verdades;

  • Simplicidade: seja simples na estruturação do seu currículo. A pessoa que está selecionando acaba avaliando dezenas de currículos. Por isso, informações desnecessárias e excesso de floreios só deixarão o selecionador ainda mais cansado;

  • Eficiência: escolha bem as informações que você colocará no seu currículo para que sejam aquelas aderentes às expectativas da empresa. Menos pode ser mais.


Vamos, agora, com duas outras dicas práticas?



Dica 1: Conheça a empresa


Antes de atualizar o currículo para determinada vaga, pesquise sobre a empresa que você está se candidatando para direcioná-lo, tornando-o mais assertivo e eficiente.

E o que isso significa?

Você irá entender aquilo que a empresa e o recrutador estão buscando e, de acordo com essas necessidades, você vai destacar suas principais skills e competências.


Dica 2: Visual do seu Currículo


Como já dissemos anteriormente, normalmente quem faz a seleção avalia dezenas de currículos. Imagine ler mais de 40 currículos praticamente idênticos?


Por isso, com muito bom senso, é possível criar um currículo com um visual criativo e discreto. Tanto no Word, quanto no Powerpoint e no Canva, quando você vai criar um arquivo novo, estão disponibilizadas opções de templates. Escolha uma opção que traga um visual interessante para o seu currículo, mas que seja aderente à vaga que você está se candidatando.


O que colocar em habilidades e competências?


Competências e habilidades são as capacidades profissionais que uma pessoa tem para realizar a sua função e se desenvolver na carreira.


Muitas vezes, os dois termos são utilizados como sinônimo. Porém, apesar de serem muito próximos, eles têm algumas sutis diferenças:

  • Competências: são características que podem ser desenvolvidas por meio de treinamento ou experiências. Ou seja, elas podem ser aprendidas. Liderança, comunicação, dentre outros exemplos.

  • Habilidades: são qualidades que uma pessoa tem naturalmente para fazer alguma coisa.


Assim, enquanto a competência pode ser aprendida, a habilidade geralmente é algo da própria pessoa e nasce com ela.


E como colocar habilidades e competências no currículo? O ideal é que você atualize este item do seu currículo para cada vaga. Como assim?

De acordo com o perfil da empresa e do cargo que você está se candidatando, você irá organizar esse parágrafo para salientar as suas habilidades e competências que serão importantes para esta vaga, sempre com muita verdade.

Mas aí vem um grande desafio: poucas pessoas têm autoconhecimento, ou seja, conhecem de maneira clara e objetiva quais são suas principais habilidades e competências comportamentais.

Por isso, é um dos pontos principais na hora de criar um bom currículo que irá chamar atenção no processo seletivo é se conhecer, ou seja, saber exatamente quem você é e suas principais habilidades e competências para aquela vaga.

Descubra suas potencialidades em menos de 15 minutos


Imagine, então, ter acesso a uma ferramenta para obter insights assertivos sobre você, descobrindo as principais características do seu perfil comportamental e o que precisa desenvolver para ter um melhor desempenho na sua profissão? Ou, quem sabe, entender o que é necessário para se adaptar e buscar desafios em novas áreas?

Seriam informações bem preciosas e que, certamente, chamariam a atenção de qualquer recrutador, não é mesmo?!

A Groume é uma empresa impulsionada pela Grou, que busca despertar o autoconhecimento para potencializar a performance e felicidade das pessoas através das melhores ferramentas de avaliação de resiliência e de perfil comportamental do mundo.

Em apenas 15 minutos é possível responder um questionário e receber um relatório completo do seu perfil. E ainda pode optar por receber uma devolutiva personalizada de um de nossos profissionais especializados para uma orientação ainda mais rica.

Ficou interessado ou interessada? Então, acesse o site, conheça os nossos produtos e incremente sua jornada em busca de autoconhecimento, alta performance e felicidade no trabalho :)



1 visualização0 comentário