Saiba como e porque descobrir o seu propósito de vida

Você quer encontrar o seu propósito de vida? Neste post falamos sobre o conceito e ensinamos como começar a busca por seu propósito agora mesmo.



Embora as gerações mais novas tenham uma melhor aceitação, e até uma certa tendência, em relação a busca por propósito, ainda nos dias atuais, a maioria dos integrantes do mercado de trabalho tiveram em sua criação uma relação muito forte com os conceitos de carreira e estabilidade financeira.


Neste sentido, alguém que se sente motivado a encontrar o seu propósito de vida, principalmente ao enfrentar gatilhos negativos como depressão, ansiedade ou sensação de vazio, pode se sentir sozinho, ou mesmo culpado por esta decisão.

Caso você esteja passando por um realidade semelhante, saiba que está longe, mas muito longe mesmo, de estar sozinho. No Brasil, por exemplo, quase um terço das pessoas que pretendem mudar de trabalho tem na busca pelo propósito a sua principal motivação.


Incentivando ainda esta busca por sentido na vida, tanto pessoal como profissional, vale reforçar também, e vamos falar sobre isso logo adiante, que o propósito de vida é constantemente associado a questões como produtividade, felicidade e até um suposto aumento na sua expectativa de vida (!).



No post de hoje vamos desmistificar o propósito e mostrar que ele vai muito além de ser apenas uma hashtag em alta no seu feed. Nos acompanhe nesta leitura e conheça as vantagens de ter um propósito de vida, e também como iniciar essa busca agora mesmo.



O que significa ter um propósito


Se formos adotar um sentido mais literal, o propósito é uma intenção, um objetivo, um intuito de alcançar alguma coisa.


Mas, quando falamos em propósito de vida, é fundamental abrir as portas para a filosofia, para o subjetivo. Afinal, como você bem vai descobrir pesquisando por aí, um propósito nunca é individual, mas sim coletivo.


O que não significa que você precise largar tudo e viver uma vida de filantropia. Isso não é, nem de longe, um requisito. Ter um propósito de vida significa ter um objetivo maior que te motive a tomar decisões, enfrentar desafios, trabalhar com gana e fazer tudo isso valer a pena.


A parte coletiva do propósito pode estar em vários aspectos. No ensino, em uma bandeira, no conhecimento, no descobrimento, e em tantas outras coisas. Talvez seu propósito seja fazer pessoas mais felizes, talvez seja fazê-las mais saudáveis, mais conscientes, financeiramente estáveis, se sentirem mais belas, mais confiantes. Ou talvez seu objetivo maior esteja relacionado à sustentabilidade, à natureza ou aos animais.


Enfim, o propósito é amplo, permite infinitas alternativas e pode ser viabilizado trabalhando na lua, na Amazônia, na indústria criativa, em uma startup ou até mesmo em uma instituição financeira, como um banco. O propósito é aquilo que vai te motivar a buscar estar no lugar certo e na hora certa, e isso varia de pessoa para pessoa. Não existe regra, somente a sua individualidade.



Porque descobrir o seu propósito


Bom, a própria explicação sobre o que significa ter um propósito na vida já é um meio de dizer porque fazer isso. Afinal, essa “motivação maior” traz uma sensação de completo para o indivíduo. Faz tudo valer a pena e aumenta nossa resiliência para alcançar objetivos pessoais e profissionais.

Mas a busca pelo propósito desperta curiosidade em muitos estudiosos e líderes de empresa. E vem sendo associada a outros tipos de benefícios e consequências. Aqui vamos apontar algumas.


Teoricamente, faz você viver mais e melhor


Essa é bem interessante: um estudo apontou que pessoas idosas com sensação clara de propósito podem ter 30% menos chances de morrer.

A pesquisa acompanhou mais de 9 mil ingleses com 65 anos em média ao longo de 8 anos. Para a análise, os participantes foram divididos em 4 grupos, de acordo com uma “escala de bem-estar”, que foi criada considerando a sensação de controle, a sensação de fazer algo com valor e a sensação de propósito de vida.

Ao longo do período, 9% daqueles com os melhores índices morreram, contra 29% dos que tinham os menores resultados. Considerando todos os aspectos da pesquisa, ao final foi concluído que quem apresentava os melhores níveis de bem-estar (e propósito) tinham 30% menos chances de morrer durante o estudo e viviam em média 2 anos a mais.


Você será mais produtivo e engajado


Não chega a ser uma surpresa. Mas, como toda hipótese precisa de validação, aqui vai. Um estudo da Harvard Business Review e The Energy Project, analisou aproximadamente 12 mil executivos e concluiu que pessoas com um trabalho conectado com o seu propósito de vida sentem 1,7x mais satisfação e são 1,4x mais engajadas.


Em uma tentativa de traduzir o resultado, podemos resgatar novamente o sentido da palavra: ter um objetivo, uma missão. Com isso em mente, imaginar que o propósito nos torna mais produtivos é a conclusão mais óbvia, e provavelmente correta. Principalmente se esta sua busca está conectada com aquilo que você faz para ganhar dinheiro.



Pode ser o caminho da felicidade


Uma das principais motivações que faz uma pessoa iniciar a tal jornada pelo propósito está justamente na felicidade. Sem uma razão maior para viver, sem um significado em suas ações, ou no trabalho, eventualmente, o indivíduo pode se ver obrigado a responder tais questionamentos para a própria consciência: “o que eu estou fazendo aqui?”, “qual o sentido disso tudo?”.


Olhando de fora, alguns podem até achar que esta conversa “é balela”, ou exagero. O que não nos damos conta é que o Brasil é o país com o maior número de ansiosos no mundo, e também apresenta altíssimos índices de depressão.


Ao buscar viabilizar seu propósito, uma pessoa ganha uma nova motivação para viver. Acontecimento que pode ser precioso no tratamento de transtornos psicológicos.

Claro que achar o propósito não é o mesmo que encontrar a felicidade. Até porque, a sensação de estar feliz envolve incontáveis variáveis. Porém, é possível sim defender que isso vai te deixar no caminho, ou, pelo menos, eliminar mais um obstáculo.



Como descobrir o seu propósito


Encontrar o propósito de vida pode não ser uma busca assim tão fácil para alguns. Mas a boa notícia é que esta não chega a ser a tal pergunta de 1 milhão de dólares. Pode ser, sim, um percurso com vários imprevistos, mas é altamente possível de se trilhar.

Além disso, existem técnicas e ferramentas que te ajudam a iniciar sua jornada de busca pelo propósito agora mesmo. Nós próximos tópicos você encontra algumas delas.


Pratique o autoconhecimento


Não existe busca por propósito sem autoconhecimento. Neste artigo falamos sobre como o conhecer a si mesmo pode te ajudar a encontrar a felicidade no trabalho. E esta jornada e a do propósito estão intimamente ligadas.


Como você vai ver no texto que citamos, vivemos em um momento extremamente rico em ferramentas e approaches para buscar autoconhecimento. Tudo o que você precisa fazer é começar. Talvez você se dê bem com terapias, talvez com uma imersão. Talvez você responda a um questionário e tenha um insight sobre o seu propósito em um instante. Teste! E descubra o que faz mais sentido para você.



Resgate o seu passado


Em muitas abordagens de autoconhecimento você verá que o seu propósito pode estar conectado com a sua “criança interior”. Em outras palavras, com aquilo que você gostava de fazer quando criança, com aquele sonho “do que ser quando crescer”, com as qualidades que você tinha quando mais jovem. É possível que você já tivesse claro o seu propósito durante a infância. E foi apenas se afastando dele com o amadurecimento.


Obviamente, resgatar seu sentimentos nem sempre será simples, pois pode envolver lembranças dolorosas. Mas, como vamos mostrar mais para o final do texto, existem outras técnicas para obter um melhor entendimento sobre suas próprias competências.



Imersões


As imersões estão entre as estratégias mais poderosas para se conectar com o propósito. Mas, como falamos anteriormente, nem sempre será um exercício fácil, já que algumas abordagens envolvem justamente resgatar momentos não tão felizes.

Mesmo assim, no final, pode ser extremamente positivo. Caso ache que isso faz sentido para você, estude essa possibilidade, busque referências de pessoas que já participaram de algum programa ou evento, e tire suas próprias conclusões.



Conheça suas competências comportamentais


O seu propósito pode estar ligado com aquilo que você é bom. Não estamos falando necessariamente de skills técnicas, mas sim de competências comportamentais.

Para quem não sabe, uma competência comportamental é um conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes que fazem com que você tenha mais facilidade para cumprir determinadas tarefas.


Você se considera um líder? Você é orientado para pessoas? Ou para desafios? Você é flexível? Autônomo? Enfim, existem diversas competências analisadas no mercado de trabalho, e ter ciência delas pode te ajudar e muito a entender onde você se encaixa e em que tipo de tarefa você será mais feliz.



Faça uma auto avaliação


Se você já participou alguma vez na vida de um processo seletivo em uma grande empresa, existe uma grande chance de você ter respondido algum tipo de questionário. Bom. Aquelas perguntinhas servem justamente para que os recrutadores tenham uma visão mais profunda sobre as suas competências comportamentais.

Munidos de ferramentas como esta, eles aumentam em 75% a assertividade nas contratações.


Outro ponto interessante é que as empresas estão cada vez mais cientes da importância do propósito tanto a nível de marketing quanto a nível de engajamento dos seus colaboradores. E são com estes testes de perfil que eles compreendem se você se enquadra ou não com a filosofia da empresa.


Neste momento, você pode estar se perguntando, onde vai essa história?

É que o Groume é a primeira (e talvez única) ferramenta no Brasil a possibilitar que “pessoas normais” façam uma auto aplicação do mesmo questionário que é utilizado pelas maiores empresas do mundo. Estamos falando de organizações do porte de uma Coca-Cola, Mercedez-Benz, Pespico, e por aí vai. Enfim, lugares que são referência em gestão de pessoas.

Em resumo: trata-se de um exercício simples, rápido e indolor de autoconhecimento, que te possibilita descobrir os seus pontos fortes e seus pontos em que pode melhorar, assim como o seu nível de resiliência e estilo de gestão.



Dê o primeiro passo agora mesmo


Você quer descobrir o seu propósito? Então não existe estratégia melhor do que começar sua jornada o quanto antes. Nada impede de um dia você estar sentado no pé de uma árvore, uma maçã cair na sua cabeça e você gritar: eureka, descobri o meu propósito!


Mas a realidade mais provável é que a gente nunca o encontre sem procurar. Adote abordagens que façam sentido para você, e que se complementam. Converse, faça exercícios de autoconhecimento, mas não deixe de usar a tecnologia a seu favor.


Caso você se interesse pelos questionários do Groume, pode clicar aqui e entender melhor sobre a ferramenta. E já que estamos falando de propósito, o nosso é te ajudar a descobrir quem você é, da maneira mais rápida e assertiva possível. Para que assim você tome as melhores decisões na sua carreira e consiga conciliar trabalho e felicidade. Gostou? Então fica um último convite: siga a gente nas redes sociais e acompanhe nosso trabalho!

75 visualizações0 comentário